07/10/2015

De Mercado Sul
Ir para: navegação, pesquisa

Participantes: Abder, Daniela, Luciana, Rueda, Sabrina, Elvis, Carol, Vinci, Leuda, Paloma, Renato, Nara, Sônia e Gabriela

Relatoria: Rueda

Negociação com o GDF

Segunda-feira (05/10), o Rafael Seba ligou dizendo que a SERES/GDF queria realizar uma reunião informal conosco. Neste diálogo, foi colocado que a SERES está fora da intermediação do processo, sendo a interpretação atual que o responsável é a Secretaria de Cultura. Foi relatado também a reunião realizada com o Josimar, que alegou que os espaços estão sendo utilizados como lojas, dando como exemplo o Bicicentro.

A Terracap esteve no Mercado Sul, na quarta-feira (07/10), e apresentaram possíveis soluções. Houveram algumas avaliações sobre a reunião em si, e por isso a necessidade de traçar estratégias. Atualmente, o GDF está realizando um levantamento sobre os locais de produção cultural no DF. A exemplo disso, o Seu Estrelo também já recebeu visita. No momento atual o GDF vêm sofrendo pressões. No entanto, existe o Legislativo que pode realizar alguma pressão neste sentido a nosso favor. Assim, é preciso maior comprometimento do coletivo. Novamente, tocou-se a questão da construção de uma Audiência Pública sobre o tema Direito a Cidade e Ocupações Culturais - o Mercado Sul Vive.

Avaliação Geral da Ocupação

Em 8 meses de Ocupação, a nossa força é que nos impulsionou até aqui. É preciso enfrentar a politicagem e construir nossa sustentabilidade. Dessa forma é fundamental construir ações na ocupação e deixar claro esta processo. O desafio é sustentar nossas ações. Além disso, realizar tarefas em mutirão também fortalece nosso senso se coletivo. É preciso retomar as forças e seguir em frente. Dani sugere que façamos um organograma de gestão. Existe uma disputa política pelo Mercado Sul - quem fica com a pauta e ganha o prestígio com isso?

Além disso, é preciso devolver as outras comunidades / organizações parceiras também nossa contribuição. Neste sentido, a Eco-Feira é nosso produto itinerante, sendo preciso fortalecê-la. Precisamos sair da posição de beneficiário para a de parceiro.

Capoeira do Jongo de Angola

O Formiguinha está sentindo falta de ter um espaço dentro do Mercado Sul. O coletivo atualmente está pagando aluguel no Invenção Brasileira. O Formiguinha sustenta a capoeira há 10 anos, considerado pela comunidade presente um patrimônio, e neste sentido é preciso construir laços. O coletivo considera importante que a Capoeira possa treinar no espaço da ocupação. Quem adentra o uso do espaço precisa ter responsabilidade sobre ele também.

Estrutura

  • Água do Espaço de Baixo:

A conta desse mês está no valor de R$660,00. Este espaço tem água compartilhada com o Enrique, Clelia e as crianças. Desde que iniciamos o processo de pagamento das contas, a família nunca ajudou a pagar, com isso prejudicando os outros companheiros. Sendo assim, caso não paguem a solução encontrada será o desligamento da água. Leuda ficou de falar com o Henrique sobre a questão.

Encaminhamento Geral

  • 14/10, as 19h haverá uma reunião para traçar estratégias políticas. Todos estão convidados a participar.
  • As assembleias acontecerão sempre na quarta-feira.
  • Constituição de um Calendário Interno com as atividades e tempo de cada um dos participantes da Ocupação para se dedicar ao processo de cuidado do espaço e também com os demais compas. É importante salientar a importância do envolvimento de todas e todos na promoção de atividades a partir de seus saberes e/ou através de articulações.
  • Criar uma Comissão para dialogar com o grupo da Capoeira no fim do treino sobre a ocupação.
  • Sempre durante os eventos fazer menção sobre os princípios, objetivos e ações da ocupação cultural.
  • Futuras atividades: Curso de Alimentação com a Sônia.
  • Formação política mensal com Tema e indicação de texto para leitura e diálogo. Será realizado uma atividade mensal priorizando nossa formação interna.
  • Renato é o responsável pelo rateio das contas do mês de Setembro/2015. E Leuda fica por conversar com o Henrique sobre o pagamento da água.
  • Leuda, Sonia e Vinci ficam responsáveis por ir a CAESB verificar todas as contas pendentes de água.
  • Formação com o Vinci sobre a wiki.mercadosul.org agendada para 08-10-2015.